Notícias em Destaque

Dom Walmor celebra Semana Santa com moradores de rua e pessoas com HIV.


O Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora da Conceição, no bairro Lagoinha, em Belo Horizonte (MG) passa a se chamar, a partir da segunda-feira, dia 26, Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora da Conceição dos Pobres. O anúncio foi feito pelo arcebispo, dom Walmor Oliveira de Azevedo, durante Missa com moradores de rua e pessoas com HIV/Aids, amparados pela Igreja.

Durante a Missa, dom Walmor ressaltou que celebrar a Eucaristia com os mais pobres permite renovar no coração o entendimento de que Jesus se fez pobre para entrar na pobreza de cada pessoa: “Cristo carregou a cruz, que é nosso sofrimento. Que possamos ajudar a carregar o sofrimento uns dos outros”, disse o arcebispo.

Na última segunda-feira, 26 de março, dom Walmor completou 14 anos de ministério na arquidiocese de Belo Horizonte. Conforme disse o arcebispo, poder servir ao povo de Deus na Arquidiocese é uma grande alegria. Dom Walmor agradeceu aos bispos, padres, diáconos, religiosos, religiosas e fiéis que também se dedicam a evangelizar na Capital Mineira e em sua região metropolitana.

Após a Missa, o arcebispo ajudou a servir um lanche para os enfermos e as pessoas que vivem nas ruas, preparado pela equipe da Pastoral de Rua da Arquidiocese de Belo Horizonte. Reunidos na Comunidade Amigos de Rua, espaço junto à sede do Vicariato Episcopal para a Ação Social e Política, dom Walmor, colaboradores das instituições de amparo aos mais pobres da arquidiocese, pessoas que vivem nas ruas e enfermos com HIV/Aids vivenciaram um alegre momento de partilha.

Arquivo
Histórico