Notícias em Destaque

O Papa Francisco e suas galinhas: duas histórias surpreendentes


Redação da Aleteia | Nov 16, 2018

Moonborne I Shutterstock

Reflexões profundas e ao mesmo tempo fáceis de assimilar e compartilhar: duas lições extraordinárias do Papa por meio das galinhas

Uma ave comum e singela como a galinha pode ser uma excelente metáfora para nos levar a reflexões profundas e ao mesmo tempo fáceis de assimilar e compartilhar. Aqui vão duas ocasiões em que o Papa Francisco nos propôs meditações transformadoras a partir da figura da galinha:

1 – Deus: uma “galinha” que pode tudo, menos uma coisa

Jesus chora sobre Jerusalém. Uma cena impactante, imperscrutável, da vida de Cristo: Deus que chora! Foi a partir deste episódio que o Papa Francisco construiu uma das suas mais inesquecíveis e inspiradoras homilias. Profunda e ao mesmo tempo singela, a homilia de Francisco em 29 de outubro de 2015 nos recordará para sempre como é o amor de Deus pelos seus filhos – inclusive pelos piores dentre os seus filhos.

“Jesus chora sobre Jerusalém, a cidade que mata os profetas, aqueles que anunciam a sua salvação. E Deus diz para Jerusalém e para todos nós: ‘Quantas vezes eu quis reunir os teus filhos como a galinha junta os pintinhos debaixo das asas, e tu não quiseste!’”.

Deus, esperando a resposta de cada filho ao seu amor! Deus ama a tal ponto que esse amor se transforma em sua “fraqueza”! Por amor, Ele não pode nos obrigar a corresponder. “Todo homem, toda mulher, pode recusar o presente” de Deus, observa o Papa Francisco. “Mas o presente está aí”. E o Papa enfatiza:

“Deus não pode ficar longe de nós. Esta é a ‘impotência’ de Deus! Deus é poderoso, pode fazer tudo! Menos uma coisa: ficar longe de nós”.

2 – São Filipe Néri e as penas da galinha